NOTÍCIAS

27/10/2017

Delegacia de homicídios faz reconstituição do crime de açougue

A Polícia Civil fez na manhã desta sexta-feira, a reconstituição do homicídio, ocorrido no dia 20 de agosto, em uma casa de carnes de Maringá. O objetivo foi esclarecer dúvidas referentes ao caso, em que morreu o cliente do estabelecimento, Adelson Donizete Ferraz, de 42 anos, deixando a esposa e sete filhos.


A reconstituição foi solicitada pelo delegado de defesa do acusado de ser o autor dos disparos, Ednaldo Ferreira da Silva, e autorizada pela justiça. O argumento da defesa é de que o acusado não tinha intenção de atirar dentro do açougue, e sim, na assadeira de frango do lado de fora, por ter ficado irritado com a suposta demora no atendimento.


No dia do crime, outro cliente também foi atingido no braço, pelos disparos. O acusado aguarda julgamento na casa de custódia de Maringá. A reconstituição contou com um grande aparato policial.

Receba nossa newsletter