NOTÍCIAS

11/08/2017

Adolescente de 17 anos é suspeito de provocar o incêndio que matou cadeirante

A delegacia de homicídios de Maringá identificou um adolescente de 17 anos suspeito de provocar de forma não intencional o incêndio que matou o cadeirante Cláudio Aparecido Lopes, 40 anos, na noite da última segunda-feira. O cadeirante morreu carbonizado na casa em que morava na Rua Campos.